Como Utilizar o Youtube Como Ferramenta de Marketing Digital

Atualmente, são muitas as empresas que usam o Youtube no Marketing. Afinal, a plataforma é o segundo maior mecanismo de buscas no planeta, além de ser a maior exibidora de vídeos no mundo inteiro.

Não é à toa que mais de 1 bilhão de horas de vídeos são assistidas por dia no Youtube.

Para se ter uma ideia, se cada pessoa assistir 8 horas de vídeos na plataforma por dia, serão necessários 125 milhões de usuários para bater esses números.

No entanto, se cada usuário ver uma quantidade mais realista, como 30 minutos, serão necessários 2 bilhões de usuários ativos todos os dias.

Isso mostra o poder de engajamento e de presença do Youtube no Marketing e como a plataforma pode ser uma ferramenta incrível para a comunicação de uma empresa.

Quer saber mais sobre o assunto? Então siga a leitura do artigo a seguir!

Quais as ferramentas disponíveis para usar o Youtube no Marketing?

Uma das vantagens de usar o Youtube no Marketing é que a plataforma conta com uma série de ferramentas muito úteis para as empresas que visam utilizá-la em sua estratégia digital.

Segmentação

Uma das ferramentas mais úteis do Youtube no Marketing é a capacidade de segmentação que permite enviar vídeos e apresentar conteúdo para um público específico com base em dados demográficos ou de interesse.

Por exemplo, suponha que a sua empresa trabalhe com a venda de pneus para carros. Normalmente, seu público é composto por homens com automóveis próprios e que buscam informações para cuidar dos seus veículos.

Dessa forma, é possível direcionar os vídeos da sua empresa ensinando como trocar pneus e outras informações para os usuários que respondem aos requisitos da persona utilizada pela empresa.

Dados/métricas

Outra ferramenta muito útil para quem deseja usar o Youtube no Marketing Digital é a capacidade de coletar dados e métricas sobre o desempenho dos vídeos colocados nos seus servidores.

Por causa disso, é possível saber quantos usuários viram um vídeo, quantos curtiram, em que momento curtiram, em que momento deixaram de ver o conteúdo e em que momento passaram para frente ou para trás.

Com isso, é possível entender diversos detalhes poderosos sobre o conteúdo, compreender que tipo de linguagem atrai ou afasta o público e como seu conteúdo interage com as demandas dos espectadores.

O trabalho com as métricas permite também analisar melhor o desempenho dos vídeos, o que é essencial para quem precisa provar o valor ou o ROI da estratégia adotada.

Como usar o Youtube no Marketing?

A utilização do Youtube no Marketing deve ser específica dentro da estratégia de comunicação da companhia. Ou seja: não é possível simplesmente replicar a mesma ideia que foi utilizada no Facebook, Instagram ou blog post.

Dessa forma, é importante pensar no que o Youtube tem de diferente de outros canais e criar uma linguagem e conteúdo que sejam próprios, ao mesmo tempo que mantenham a coerência com a estratégia de comunicação em geral da companhia.

Por exemplo, no Youtube, os primeiros 10 segundos de um vídeo são absolutamente essenciais. São eles que cativam o usuário e garantem que ele continuará a assistir o conteúdo.

Por isso, é importante que o conteúdo seja pensado de modo a começar com um momento de alto nível, capaz de captar a atenção dos usuários e mantê-los entretidos.

YouTube e Textos: Principal diferença

Outra grande diferença é que em um texto, como este por exemplo, o conteúdo é transmitido de maneira quase que neutra. As palavras estão aqui, mas o ritmo de leitura é totalmente seu, do leitor.

Inclusive, é provável que a “voz” que você esteja ouvindo na sua cabeça lendo cada palavra seja a sua mesma. Isso é intencional.

No Youtube, existe a exigência de um engajamento bem maior e, por isso, uma identificação maior com a marca. É necessário que a empresa se “personalize” em uma pessoa, que assumirá as suas características e representará o vínculo entre a companhia e o público.

No entanto, é essencial que a empresa não esqueça que o objetivo de qualquer estratégia de marketing é vender mais. Por isso, o conteúdo no Youtube deve ser pensado levando isso em consideração.

É importante entender também como os vídeos se encaixam na estratégia geral da companhia e como eles movem o usuário para o próximo estágio da jornada de compras, seja ao esclarecer dúvidas, exibir o produto em ação ou qualquer outro tipo de utilização.

Nesse sentido, existem diferentes tipos de vídeos que podem ser feitos para o canal de uma empresa no Youtube.

Exemplos de tipos de vídeos para o YouTube

Um exemplo são os já citados tutoriais, que mostram um produto em ação e ensinam como realizar diversas funções. Outra opção é um vídeo institucional, que apresenta a companhia, seus métodos e ajuda o lead a decidir se quer ou não fazer negócios com essa empresa.

Portanto, é essencial conhecer os tipos de vídeos e como eles dialogam entre si e com a estratégia de marketing da empresa. Dessa maneira, será possível explorar ao máximo o uso do Youtube no marketing.

E aí, o que achou das dicas? Comente abaixo com a sua opinião sobre o assunto e não esqueça de deixar um like!