Por: Bruno Guerra

16 de julho de 2020 Empreendedorismo, Marketing Digital, Mazag, Vendas Nenhum Comentário

Muitas pessoas querem saber como ser um bom vendedor, já que comercializar um produto ou serviço é muito mais desafiador do que se imagina. 

Desse modo, é preciso dominar técnicas de persuasão, ter uma boa capacidade de comunicação, ter muita paciência, entre outras competências.

A seguir, separamos 7 habilidades essenciais que um bom vendedor deve ter. Acompanhe!

Como ser um bom vendedor?

1 – Desenvolva a sua comunicação

Saber como se comunicar é fundamental para inúmeras situações cotidianas. Afinal de contas, se não transmitimos bem uma mensagem, corremos o risco de sermos mal compreendidos. 

No caso das vendas, a inaptidão de diálogo pode significar o fracasso de todo o processo e comprometer o lucro da empresa.

Por esse motivo, a comunicação é talvez a competência pessoal mais importante dos vendedores. A dica é ter objetividade e assertividade, além de passar segurança ao cliente.

Vale investir em respostas honestas e precisas, para sanar as principais dúvidas dos consumidores, bem como criar vínculos de confiança.

2 – Seja organizado

A rotina de um vendedor inclui o atendimento de vários clientes por dia, com abordagens personalizadas para cada um deles. 

Diante disso, a organização é imprescindível, pois sem ela não é possível ter uma dinâmica de vendas.

Assim, quanto mais organizado é um vendedor em relação às informações do cliente, maiores são as chances de mantê-lo fiel à empresa a longo prazo.

Por exemplo, ao oferecer aula de direção para iniciantes, o vendedor precisa ter contato com os dados dos interessados, para oferecer soluções adequadas. 

Nesse sentido, a organização das informações faz toda a diferença.

3 – Tenha disciplina pessoal

A aparência diz muito sobre o profissional. Em questões de marketing, é necessário adotar uma boa imagem, mantendo-se sempre limpo e arrumado para receber os clientes.

A disciplina pessoal também envolve:

  • Não se atrasar para compromissos;
  • Não deixar os clientes esperando;
  • Ser cortês e simpático;
  • Não usar gírias e palavrões.

Isso não quer dizer que os vendedores precisam ser extremamente formais, ao contrário, existem empresas que permitem um visual e uma comunicação mais despojada. 

Porém, é preciso manter o profissionalismo e transmitir credibilidade ao público.

4 – Seja flexível

As pessoas flexíveis são capazes de controlar e contornar imprevistos de uma maneira muito mais eficiente. 

Por exemplo, na falta de embalagens para um produto, os vendedores podem recomendar o uso de uma ecobag dobrável, oferecendo alternativas aos compradores.

Os imprevistos podem ser muito prejudiciais para a empresa e, por esse motivo, é importante que a equipe de vendas tenha flexibilidade para superar situações inesperadas.

5 – Busque o aprendizado contínuo

Um bom vendedor não fica parado no tempo. É importante que ele busque aperfeiçoamento profissional continuamente, com cursos online e presenciais para aprimorar habilidades e conquistar novos conhecimentos de mercado.

Atualmente, é possível encontrar uma grande diversidade de materiais gratuitos, disponíveis na internet, como workshops, livros, palestras, entre outros.

O importante é não ficar estagnado e aprender coisas novas sempre, principalmente para se destacar da concorrência.

6 – Domine as tecnologias

Com o avanço técnico-científico, muitos processos de venda foram automatizados, incluindo o uso de softwares de CRM (Customer Relationship Manager), que ajudam na organização e armazenamento de informações pertinentes sobre os clientes.

Dominar essas ferramentas é um diferencial dos bons vendedores, que podem melhorar o gerenciamento de suas atividades e promover abordagens personalizadas.

A intenção é colocar o consumidor no centro dos negócios, oferecendo um atendimento único, com soluções específicas para as necessidades de cada um dos clientes.

Muitos vendedores são orientados à prática de vendas personalizada, mas somente os melhores têm domínio das ferramentas CRM.

7 – Saiba ouvir os clientes

Na ânsia de vender um produto ou serviço, diversos vendedores acabam se empolgando na comunicação com os clientes e, muitas vezes, esquecem do que é mais importante em um processo de vendas: ouvir o que os consumidores têm a dizer.

Por isso, desenvolva a chamada “escuta ativa”, isto é, concentre-se a respeito do que as pessoas querem falar e compreenda seus anseios. 

Os consumidores não querem repetir incansavelmente as mesmas coisas e, por isso, é importante ouvir com atenção.

Considerações finais

Os vendedores são responsáveis por conduzir grande parte dos processos de venda inteiramente sozinhos e, por esse motivo, é essencial desenvolver algumas habilidades. 

Dessa forma, não somente é possível fechar um negócio, mas também melhorar a imagem da empresa, contribuir para conquistar o reconhecimento no mercado e aumentar a lucratividade do empreendimento.