Gestão de Redes Sociais: Entenda a Importância Para o Seu E-commerce

Você sabia que as pessoas podem conhecer seu e-commerce por causa de uma boa gestão de redes sociais?

Não é por acaso que as estimativas da Associação Brasileira do Comércio Eletrônico são altas em relação a este comércio, sendo que uma das pesquisas feitas pela empresa recentemente destaca uma expectativa de R$ 79 bilhões em vendas a partir das redes sociais.

As lojas neste formato também não ficam para trás. Prova disso são os estudos que comprovam que 7 a cada 10 brasileiros compram pela internet. Diante desse cenário promissor, como as redes sociais podem potencializar o e-commerce?

Se você empreende nessa área e quer saber como usar as redes sociais, saiba que esse é um artigo bastante importante!

Nas próximas linhas, vamos abordar qual é a relação entre as redes e o comércio virtual, além de como elaborar uma estratégia eficaz para captar e atrair clientes. Continue a leitura e confira todos os detalhes!

Redes sociais: do posicionamento à venda

Em terra de Internet, o ditado popular que diz que quem não é visto não é lembrado, é uma realidade.  

Isso se encaixa, principalmente, pelo fato de que quando um negócio não está no Google, ou não é encontrado com facilidade, é como se ele nem existisse.

Cerca de 3,5 bilhões de pessoas estão cadastradas em, pelo menos, uma rede social, conforme revelam pesquisas.

No Brasil, mais de 96% das empresas possuem um perfil comercial nas redes, de acordo com levantamentos. 

O mesmo estudo revela que o Facebook e o Instagram lideram a preferência, 90% dos internautas utilizam estas redes diariamente, e quase 40% chega a ficar mais de 4 horas navegando neste universo. 

Exemplo prático – Instagram

Vamos para um exemplo prático? Imagine que você tem uma fábrica de móveis planejados, e conta com uma estrutura completa para vender seus produtos no mundo dos e-commerces.

Pode ser que alguns clientes vão até sua loja por conta dos links patrocinados, ou até, por causa de indicações ou ranqueamento dos sites de busca.

Contudo, ao aderir uma rede para conectar os links da sua loja virtual e elaborar uma estratégia completa, você vai fazer uma diferença ainda maior.

Ao utilizar o Instagram, por exemplo, você pode usar os seguintes recursos para atrair visitantes e direcioná-los para compra:

  • Stories patrocinados com links do produto;
  • Conteúdo audiovisual atrativo, com gatilhos mentais;
  • Ferramenta para colocar preços nos produtos, com botão de compra;
  • Anúncios segmentados;
  • Cupons de desconto e ações exclusivas para clientes e futuros clientes.

Exemplo prático – Facebook

As campanhas pagas também podem ser feitas no Facebook de forma segmentada.

Para ter mais chances de sucesso, estude os hábitos e interesses da persona do seu produto. Por exemplo, qual é o perfil do cliente que busca uma cozinha planejada alto padrão? Esse cliente é solteiro, casado, noivo?  Quais são as soluções que essa pessoa deseja com esse tipo de móvel? Ela acredita que comprar pela internet é confiável?

O exercício da criação da persona é fundamental para captar essas informações e conseguir atrair seu potencial cliente da forma certa

A persona é um personagem fictício que representa o cliente ideal, podendo ser criada por meio de entrevistas, pesquisas e estudos reais.

Vantagens das redes sociais

Além de ser um canal que direciona à venda ou instiga o cliente a encher o carrinho no seu comércio virtual, as redes sociais ajudam a marca a se relacionar de forma mais próxima com o seu público-alvo.

Digamos que uma marca é especialista na venda online de uniformes profissionais para diversas profissões tais como: bombeiro civil, socorrista, mecânico, piloto e enfermeiro. 

Com o apoio das redes e a estratégia de marketing de conteúdo, é possível criar posts explicativos que agregam valor ao produto e à vida do público.

Ao interagir com essas pessoas, sua marca também presta um serviço de SAC, mesmo que não haja nenhum telefone envolvido. 

Ademais, a rede social é o local onde o público se manifesta, tanto de forma positiva quanto negativa, por isso, você deve estar sempre atento para garantir um posicionamento de credibilidade e proximidade da sua empresa neste meio.

Pare e pense: quantas marcas já fizeram uma campanha ou responderam um comentário e viralizaram? Da mesma forma, quais são as marcas que já cuidaram de alguma situação de crise e reverteram o problema?  

Esse é um canal de relacionamento, então, só fortalece outros canais, como o e-commerce em termos de atendimento, atração, captação e pós-venda do cliente. 

É importante analisar essas potencialidades de forma estratégica, para obter os melhores resultados.

Agora que você sabe um pouco mais sobre a gestão de mídias sociais e sua importância, é hora de pensar na sua estratégia!