Como Escrever Descrições de Produtos Que Vendem

Escrever descrições de produtos da maneira certa é um excelente caminho para vender mais!

Isso porque a descrição explica o que é o produto e por que vale a pena comprá-lo.

Sendo assim, siga as dicas a seguir e descubra de uma vez por todas como escrever descrições de produtos que realmente vendem

Como escrever descrições de produtos que vendem

Determine quem é seu comprador ideal

Comece definindo quem é seu público-alvo. Uma boa descrição do produto deve abordar esse grupo diretamente, em vez de tentar atrair uma grande multidão de compradores (como uma descrição vaga e geral). 

Ao definir seu comprador ideal, pense em fatores como seus interesses e estilo de vida, quais de suas necessidades poderiam ser tratadas com seu produto ou serviço e o que os faria clicar em comprar. 

Assim, com essas informações, você pode criar descrições centradas no cliente que sejam mais pessoais e persuasivas.

Defina o seu tom

Diferencie-se da concorrência com o tom que você usa em suas descrições. A maneira como você escreve influencia o modo como os clientes atuais e potenciais veem sua empresa e sua marca. 

Você quer um tom formal e profissional? Ou um tom mais casual e amigável seria melhor recebido? Pense na personalidade do comprador e como você conversaria com ele pessoalmente. Use isso como seu guia para definir o tom da sua descrição. 

Conte uma história

Contar histórias é uma ferramenta poderosa para persuasão. Se o seu produto tiver uma história significativa, compartilhe-a na descrição do produto, pois provavelmente irá agradar ao seu cliente.

Você pode escrever uma história sobre a origem do seu produto, os esforços e as pessoas envolvidas na criação e aprimoramento, por exemplo. 

Sua história pode explicar o que inspirou o produto, como os obstáculos foram superados em seu desenvolvimento e como foi testado.

Dessa forma, fará com que seu produto pareça mais do que simplesmente um objeto. Isso lhe dará um significado e o tornará mais memorável para o cliente. 

Inclua recursos e benefícios

Em vez de simplesmente listar os recursos e especificações do seu produto, pense em como ele beneficiará o cliente e inclua esses benefícios na descrição do produto. 

Seu cliente deseja saber mais do que tamanho, peso e recursos básicos – ele também deseja saber como seu produto pode melhorar sua vida

Por exemplo, não diga que seu produto possui o recurso X, e sim explique como ele pode reduzir dores nas costas deles devido à sua produção aprimorada.

Como fazer descrições de produtos que vendem

Não use frases que seus clientes pensem apenas “sim”

Essa dica está intimamente relacionada à descrita acima. Seus potenciais compradores foram expostos a muitas descrições de publicidade e produtos. Então, quando você usa uma frase como “excelente qualidade do produto”, seu cliente pensa que “sim”, como todos os outros produtos. 

Portanto, evite esse tipo de linguagem genérica. Em vez disso, concentre-se em atributos específicos do seu produto, algo tangível e único. Fale sobre as formas exatas de seu produto beneficiar seus clientes.

Utilize palavras sensoriais

Qual descrição soa melhor? “Experimente nossos novos, doces, inesquecíveis e saborosos donuts com cobertura de chocolate” ou “experimente nossos novos donuts de chocolate”? Se a primeira descrição deu água na boca, bom, esse é o poder das palavras sensoriais.

Palavras sensoriais são adjetivos que atraem os cinco sentidos: visão, audição, paladar, tato e olfato. Quando usados ​​corretamente, eles permitem que os potenciais consumidores que leem a descrição do seu produto visualizem quanto melhor sua vida poderia ser com o seu produto.

Usar palavras sensoriais ajuda a dar aos produtos um pouco desse sentimento. Os adjetivos sensoriais são poderosos e, quando combinados com as descrições dos produtos, criam uma experiência.

Certifique-se de que as palavras sensoriais que você usa também correspondam ao seu tom. Se os dois se contradizem, você corre o risco de confundir seus leitores. 

Estabelecer um tom de voz através de palavras sensoriais é uma ótima maneira de tornar a descrição do produto mais atraente para os leitores.

Use técnicas de SEO 

Use as técnicas de otimização para mecanismos de busca (SEO) para facilitar a localização do seu mercado e produto pelo seu público-alvo. 

Pergunte a si mesmo o que sua persona pode pesquisar – os tipos de palavras e frases que ela pode usar buscar na internet. 

Integre essas palavras e frases à descrição do seu produto para ajudar os clientes a encontrá-lo. Além disso, considere colocar essas palavras e frases em locais de destaque, como títulos e subtítulos, para obter melhores resultados.

Quer saber mesmo sobre essas técnicas? Acesse nossa página de consultoria SEO e veja como podemos ajudá-lo! 

Considerações finais

Uma descrição bem produzida de um produto tem o poder de mover clientes através do funil de vendas. Ao injetar criatividade e benefícios do produto na sua descrição, sua loja se torna mais propensa a converter um usuário casual.

Enquanto muitos clientes tomam decisões de compra com base em fotos do produto, a descrição ajuda a preencher as lacunas para determinar se o produto é ou não adequado para eles. 

Ao educar os clientes sobre os principais benefícios, a proposta de valor exclusiva e a oferecer uma solução para um problema, a descrição do produto pode ajudar a obter mais vendas, reduzir as taxas de reembolso e aumentar a confiança do cliente. 

Sendo assim, compartilhe seu conhecimento sobre o produto. Conte histórias e explique até mesmo os menores detalhes. Faça um esforço para não ser chato e, em vez disso, encante os visitantes da web com descrições sedutoras. Acima de tudo, escreva com entusiasmo porque a sua paixão pelos seus produtos é contagiante.

Muitos profissionais cometem o erro de escrever uma descrição do produto que simplesmente descreve-o e não vende realmente. Agora usando essas dicas, você pode escrever uma descrição de produto vencedora e que vai impulsionar seus resultados!