Você Sabe o Que é Data Driven?

11 de fevereiro de 2020 Marketing Digital, Mazag Nenhum Comentário

O conceito de Data Driven ou, em português, “orientado a dados” é essencial para uma série de ações que envolvem análise, estratégia e inteligência.

Especialmente para a área do marketing, essa ideia é cada vez mais aplicada. Afinal, a base para produção de campanhas, conteúdos e a própria construção da identidade de uma marca é a informação.

Da elaboração de uma persona – representação do cliente ideal, em forma de personagem fictício – até a implementação de melhorias em projetos comerciais, tudo passa pela coleta e análise qualificada da informação.

Grandes marcas

As grandes marcas sempre que vão implementar uma nova estratégia seguem diversos dados para evitar problemas.

Seja no mercado de varejo ou nas narrativas de filmes que são blockbusters do cinema, a orientação de dados pode tornar a produção de conteúdo e a comunicação muito mais atraente e assertiva.

Isso só reforça o quanto um departamento de marketing pode e deve aprender e trazer essa mentalidade para suas ações práticas. 

A base de tudo é a informação, pois ela proporciona um panorama mais completo sobre o negócio, que vai desde a montagem de um planejamento estratégico até a tomada de decisões.

Quer saber mais sobre o assunto? Este artigo é para você. Acompanhe!

Data Driven: conheça todos os detalhes

O quão preparada sua empresa está em relação à tecnologia, big data e gestão de informações?

Pensar no conceito de Data Driven pode mudar percepções, otimizar processos e melhorar a gestão estratégica do seu negócio.

Como já abordamos no começo deste artigo, esse conceito faz referência aos processos que são guiados por dados. 

Ou seja, a coleta e análise de informações de maneira qualificada é a proposta desta metodologia.

Na prática

Na prática, incorporar essa mentalidade à áreas estratégicas do seu negócio como marketing, vendas e atendimento ao cliente pode impactar de forma muito positiva nos processos do seu negócio.

Exemplo: uma empresa é especializada no aluguel de stand para eventos e está com uma baixa de clientes. 

Em um primeiro momento, a organização decide criar campanhas para atrair o público, mas se depara que há muitas lacunas sobre quem são as pessoas que se interessam pela proposta dela.

É neste sentido que a gestão de Data Driven é a solução. Afinal, o que essa empresa precisa para atingir seu objetivo é uma base de informações confiáveis, que vai servir para melhorar e analisar as falhas e oportunidades de abordagem desse público.

A importância da persona

Conhecer a persona do seu negócio é o passo mais importante para a elaboração das ações de marketing e vendas.

Além disso, a análise das informações abre perspectivas e faz com que a sua empresa esteja atenta às tendências, mudanças e transformações do mercado. 

Não há como produzir um trabalho de marketing efetivo sem entender essa ideia, certo?

Vantagens do Data Driven

Se você chegou até aqui, já deve ter percebido o quanto esse conceito é importante para o desenvolvimento do negócio em uma perspectiva geral.

De fato, incorporar a cultura do Data Driven é algo que não só beneficia os setores de marketing como também impacta na sua empresa com um todo.

Pare e pense: um dos corações da sua empresa é o marketing e faz todo o sentido que as pessoas que trabalham com essa estratégia tenham acesso à informação qualificada para aproveitá-la de forma correta.

Mais do que um conceito, a coleta de dados e análise de informações é um movimento de cultura, então, isso pode ser aproveitado em todos os segmentos, embora cada um tenha suas especificidades.

Exemplo

Falando em casos desafiadores, vamos pensar no setor industrial. As empresas de usinagem, por exemplo, possuem vários obstáculos devido ao ramo de atuação. 

Fabricar peças industriais exige um amplo conhecimento das normas técnicas, mas também dos públicos envolvidos. 

Além disso, fazer a venda de acessórios industriais é algo que exige bastante treinamento da equipe.

Sendo assim, neste e em outros contextos, implementar um sistema de gestão de informações é algo que pode trazer uma série de benefícios nas práticas. 

Principais benefícios

  • Acesso a informações qualificadas;
  • Mais eficiência para a tomada de decisão;
  • Base sólida para o planejamento estratégico em áreas importantes;
  • Otimização dos processos;
  • Redução de custos diante da gestão de informações;
  • Desenvolvimento da capacidade analítica da empresa.

Em situações mais práticas, a gestão data driven pode ajudar o setor de marketing da sua empresa a ter respostas mais assertivas diante dos desafios da rotina. 

Principais pontos analisados

  • Conhecer o perfil do cliente;
  • Entender os diferenciais da concorrência;
  • Analisar estrategicamente as oportunidades e falhas do seu negócio;
  • Ter uma visão holística sobre os processos;
  • Entre outros aspectos. 

Pare e pense o quanto a tecnologia já fez a sua empresa evoluir.

Tendências, informações e estratégias

Vivemos a era da informação. No mobile, no desktop, nos canais de mídia tradicional ou alternativa, somos impactados por campanhas, estratégias e abordagens o tempo todo.

Se você algum dia já fez uma pesquisa no Google para tirar uma dúvida e pouco tempo depois foi impactado por um anúncio do mesmo tema nas redes sociais, saiba que a propaganda chegou até você porque alguém estudou informações de pessoas que estão relacionadas ao seu perfil.

Ao elaborar uma campanha patrocinada pelo Google Ads ou ferramentas como o Facebook e Instagram Ads, o profissional precisa fazer uma segmentação de interesses e perfil do público que a empresa deseja se relacionar.

Dessa forma, analisar, pesquisar, cruzar e mudar dados para informações que ajudam a entender o comportamento das pessoas na internet, bem como seus hábitos, interesses e rotina é crucial para qualquer estratégia dar certo.

Por isso, acompanhar as tendências de tudo que o vimos até aqui é tão importante para a inovação das empresas.

Saber a informação certa e trabalhar com ela de forma assertiva é algo que pode refletir no faturamento, na otimização de recursos e no sucesso das estratégias de captação e retenção dos seus clientes.

O futuro é dos dados…e ele já chegou!

Há alguns anos, questões ligadas à Inteligência Artificial e Big Data pareciam ser algo apenas de filme de ficção científica.

Mas hoje, entender isso é crucial para as empresas que desejam manter a competitividade no mercado.

Da pesquisa de um usuário na internet até a remodelação da forma de se comunicar e impactar as pessoas, uma boa base de dados faz a diferença, sendo muito importante.

Portanto, as empresas cada vez devem se preocupar com a implementação de ferramentas que ajudam a mapear as informações e monitorar o comportamento das pessoas que estão ligadas aos seus respectivos negócios.

São exemplos de ferramentas que ajudam a mapear informações de forma qualificada:

  • Google Analytics;
  • CRMs;
  • Ferramentas de gestão de dados;
  • Ferramentas que trazem indicadores como os KPIs.

Considerações finais

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o que é Data Driven e quais são os agentes envolvidos, pode se perguntar como iniciar um trabalho como este na sua estratégia, certo?

A principal dica é: avalie muito bem a proposta de valor do seu negócio, tenha clareza em relação ao público-alvo/persona que faz sentido para o seu produto e faça uma análise geral sobre o que já deu certo e o que precisa melhorar nas suas estratégias.

Você pode reunir setores que estão na linha de frente em relação aos seus clientes para reunir informações e ter referências reais para dar start nessa nova cultura.

A partir disso, fica mais fácil entender quais ferramentas são interessantes e como utilizá-las.

Esperamos que esse artigo tenha sido útil e que faça a diferença na sua empresa e nas estratégias.