Por: Redação

29 de março de 2021 Marketing Digital Nenhum Comentário

Suponha que você tenha se formado em uma faculdade tradicional ou em um curso de Psicologia online reconhecido pelo MEC grátis

Agora que você tem o diploma em mãos, precisa começar a trabalhar e decidiu que a melhor opção para você é abrir o seu próprio consultório e atender clientes. 

Porém, como trazê-los para perto de você? Como dar os primeiros passos na profissão e ter pacientes de maneira regular? Investindo em marketing para psicólogos!

Isso porque, hoje, independentemente da área, todo profissional liberal e prestador de serviço precisa se posicionar no mercado para atrair clientes.

Afinal, se você não fizer isso, três, quatro ou mais concorrentes farão no seu lugar. 

Portanto, tenha em mente que, atuar por contra própria, sem ao menos ter uma estratégia de mercado bem definida, dificultará as coisas para você.

Agora, por sorte, está cada dia mais fácil e barato conseguir bons resultados graças à Internet. Só que para isso, é importante saber como investir em marketing para psicólogos! Veja.

Como fazer marketing para psicólogos em 5 passos

1. Aprenda o que pode ou não ser feito

O primeiro ponto a ter em mente é que profissões altamente reguladas e com conselhos reguladores costumam ter Códigos de Ética severos e com instruções específicas sobre o marketing. 

É o caso dos psicólogos, médicos, advogados, odontologistas, entre outros.

Por isso, o primeiro passo antes de traçar sua estratégia publicitária é ver o que o Código de Ética permite ou não permite. 

Afinal, não cumprir com essas limitações é abrir espaço para um processo disciplinar. 

Além disso, ninguém quer descumprir princípios éticos, não é mesmo? 

É ruim para o marketing ter essa postura, pois os clientes podem se afastar do profissional que não é ético na sua propaganda.

2. Invista em marketing de conteúdo

Uma das formas de marketing que é aceita pelo Código de Ética dos psicólogos é o Marketing de Conteúdo

Essa ferramenta consiste na criação de conteúdo de qualidade para atrair potenciais clientes, educar o mercado e se colocar como autoridade no segmento.

Por exemplo, imagine que um cliente em potencial está em dúvida sobre como funciona o processo terapêutico.

Será que ele terá de fazer coisas com as quais não se sente confortável? Como é uma sessão de terapia típica? 

Considerando que o Google é a maior ferramenta de busca da atualidade, é esperado que esse potencial paciente jogue essas dúvidas no buscador. 

E caso você tenha um artigo ou vídeo otimizado e com um bom conteúdo, poderá atrair esse paciente em potencial, tirar as dúvidas dele e ser visto como autoridade. 

Assim, eventualmente, essa pessoa poderá superar suas objeções e marcar uma consulta. 

E, nesse caso, quem será a primeira pessoa que ele procurará? Aquele psicólogo que ele reconhece como autoridade no assunto: você!

3. Tenha um perfil de marca

Nem todo psicólogo é igual. Alguns são mais freudianos, outros são mais junguianos. Há quem prefira Lacan. 

Além disso, alguns são mais formais e distantes do paciente, quase invisíveis. 

Outros, acreditam que uma interação mais significativa possa gerar mais resultados. 

Existem ainda aqueles que consideram o humor uma boa arma terapêutica e os que querem ser os mais neutros possíveis para evitar projeções dos pacientes.

Porém, seja como for o seu estilo, o marketing pode ajudar a transformá-lo em marca! 

Para isso, você terá de interagir nas campanhas de maneira a transmitir essa personalidade e melhorar as chances de ter clientes que são compatíveis com esse estilo.

4. Use as redes sociais do jeito certo

Hoje em dia, as redes sociais têm uma série de ferramentas úteis para os usuários. 

Veja o Instagram, por exemplo. Ele não é a rede social mais popular, mas é a que tem mais engajamento atualmente. 

Isso porque, ele conta com os posts normais de fotos, stories, reels e o IGTV, sendo que cada um pode ser usado em um ponto da sua estratégia.

Por exemplo, as fotos são excelentes fontes de engajamento. Elas podem ser usadas para explicar de maneira simples (como em um carrossel de imagens) alguns conceitos básicos para os seguidores. 

Assim, você ganha curtidas, comentários e salvamentos, o que aumenta sua força no algoritmo.

Os reels podem ser uma ótima maneira de aumentar seu alcance no Instagram, desde que usado do jeito certo. 

Já o IGTV é uma ferramenta de educação do mercado, para assuntos mais profundos. Os stories ajudam na construção da sua marca e conexão com os seguidores.

5. Garanta um bom atendimento

Por fim, lembre-se de que tanto na psicologia, quanto em qualquer outra área, o marketing de recomendação ainda é o rei. 

Por isso, garanta um bom atendimento aos seus pacientes, pois assim eles começarão a indicar você para conhecidos e você terá um fluxo estável de novos clientes!

Então, se você queria saber como fazer marketing para psicólogos, essas 5 dicas com certeza vão te ajudar. 

Com elas, você irá mais longe e conseguirá melhores resultados com o seu consultório. 

Além disso, uma outra boa estratégia pode ser se unir com alguns amigos ou colegas de classe para alugar um espaço conjunto e dividir o preço do aluguel. 

Dessa forma, você terá alguns horários da semana para poder atender e diminuirá os custos de atuação. Isso é importante, pelo menos no começo.

E então, gostou das nossas dicas? Tem algo para dizer ou sugerir? Deixe um comentário abaixo! Até a próxima!