Por: Bruno Guerra

27 de fevereiro de 2020 Empreendedorismo, Google, Marketing Digital, Mazag, Sites Nenhum Comentário

As vendas online estão avançando abruptamente em todo o mundo. No entanto, testes de velocidade demonstram como ainda a internet no Brasil é bem mais lenta quando comparada ao resto do mundo.

Isso tem um peso imensurável quando pensamos em vendas online. Algumas pesquisas mostram inclusive que o país está em um dos últimos lugares quando o assunto é velocidade da internet.

Embora o cenário interno não seja favorável, o Brasil é o sétimo maior mercado consumidor do mundo em compras online. Ou seja, se por um lado temos um grande potencial mercadológico, por outro ainda precisamos avançar muito em tecnologia.

A velocidade da internet pode prejudicar minhas vendas?

Essa é uma pergunta bastante pertinente. Afinal, já sabemos que a velocidade da internet não é das melhores no Brasil, mas até que ponto ela pode prejudicar as vendas de um e-commerce?

Para responder essa pergunta, é preciso primeiramente inverter a ótica e colocar-se no lugar do cliente. Pense o seguinte, quando você acessa um site, e o mesmo demora bastante para carregar, você continua navegando nele?

É bem provável que não. Aliás, um site que demora mais do que 10 segundos para carregar já impacienta o usuário. Agora imagine que o mesmo precisa escolher o produto, definir a forma de entrega e fazer o pagamento. Se tudo isso demorar, certamente a venda não será realizada.

Sendo assim, é possível ver que a velocidade de internet é um fator crucial para um e-commerce. Todavia, você deve agora mesmo estar se perguntando, o que fazer para melhorar isso?

Teste de velocidade é fundamental para determinar a estratégia

Primeiramente é preciso que você realize um teste de velocidade. Embora ao contratar uma operadora de internet eles falem qual é a velocidade, nem sempre essa velocidade é atingida. Principalmente nos pequenos municípios do Brasil.

Desse modo, não há outro caminho a não ser fazer um teste de velocidade onde você tem o servidor do seu website. Feito isso diariamente, você terá uma média da velocidade, além de saber se há muita oscilação.

Sem isso, contudo, fica difícil traçar estratégias. Afinal, como saber se você pode carregar uma imagem, colocar um degradê ou outros atributos visuais no seu website?

Após o teste de velocidade, pense no layout do seu site

Sabendo qual é a velocidade real da sua internet, você deve então pensar no layout da sua internet. Ou seja, saber se é pertinente colocar mais imagens, qual o formato de foto menos carregado e quantas páginas serão abertas até a concretização das vendas.

Uma das maiores tendências no comércio eletrônico da atualidade é o minimalismo. Ou seja, colocar o mínimo de informação possível em uma determinada página. O chamado “preto no branco”.

Isso ajuda a melhorar a navegabilidade do site, que conforme apontamos, é bem mais importante do que a aparência. Isso pode colaborar para contrabalancear a velocidade da internet que deixa a desejar.

Tenha sempre em mente que o cliente deve estar no centro do negócio. É ele que faz o e-commerce girar. Portanto, toda ação deve ser tomada pensando sob a ótica dele, nunca baseada em achismos.

O usuário precisa estar no centro do negócio

Além da navegabilidade, um outro ponto a ser considerado é o aumento de acessos. Já parou para pensar que existem épocas do ano, como Natal, Dia Das Mães, Dia Das Crianças e Black Friday as vendas tendem a aumentar?

Isso porque, nessas datas especiais há um maior volume de pessoas acessando o seu site, procurando o que desejam e realizando compras. Vamos imaginar que a velocidade de navegação esteja boa, mas, e se no meio do dia tão aguardado o seu site sai do ar?

Não adianta culpar servidores, hospedagem, nem mesmo os clientes por deixarem as compras para a última hora. É preciso pensar nessa questão.

Existem atualmente alguns planos que possibilitam o aumento no tráfego do site, sem que ele saia do ar nos momentos de picos. Pode ter certeza que se o site sai do ar no meio de uma venda, o cliente dificilmente voltará a fazer negócio com você.

E o que é ainda pior: ele irá fazer uma propaganda negativa sobre a experiência frustrada de compras que teve.

Não é isso que você quer né? Portanto é tão importante o teste de velocidade bem como outros testes.

Sendo assim, não poupe em testar. Teste diversas ações no seu site, tanto usando o PC quanto o smartphone. Faça compras de um produto, de vários produtos, no boleto, no cartão de crédito…

Enfim, o caminho é teste, teste e teste. Quanto maior for a capacidade da sua empresa se colocar no lugar do usuário, melhor será a experiência dele. Como vimos, isso é fundamental para driblar a velocidade da internet no Brasil.

Então, se você está querendo aumentar as suas vendas online, não deixe de fazer o teste de velocidade. Ele irá mostrar qual a velocidade da sua internet te possibilitando a tomada de decisões estratégicas.