Por: Bruno Guerra

5 de fevereiro de 2020 Empreendedorismo, Marketing Digital, Mazag, Sites Nenhum Comentário

Você já parou para pensar como a velocidade da internet pode influenciar na produtividade da sua empresa? Esse é um dos maiores problemas enfrentados pela indústria nacional.

Aliás, o problema não envolve só a indústria, mas também o comércio que precisa concretizar vendas por meio das maquininhas de cartão. Afinal, que cliente que gosta de ficar vários e vários minutos esperando a maquininha processar?

Esse é um problema que não incomoda, portanto, somente os clientes, mas também os funcionários e lojistas. Pois, a impaciência do cliente acaba sendo transmitida, incomodado quem está do outro lado do balcão.

Qual a influência da velocidade da internet nisso?

Se o comércio sofre com a falta da velocidade da internet, na indústria o problema é ainda pior. Pois, tente imaginar que quanto mais rápida for uma linha de produção, menor será o custo unitário de um produto.

Afinal, uma indústria possui diversos custos fixos como: aluguel, energia elétrica, depreciação de máquinas, folha de pagamento, água, telefone, encargos trabalhistas, contador, entre outros.

Esses custos estão lá, faça chuva ou faça sol. Vamos imaginar, para efeito didático, que uma indústria tenha um custo fixo no valor de R$ 100 mil reais e produza cerca de 50 mil unidades de um determinado produto.

Nesse caso, ela tem um custo fixo por unidade de R$ 2,00. Agora, se essa indústria consegue produzir 100 mil unidades no mês, o custo fixo por unidade acaba caindo para R$ 1,00, o que garante um aumento de R$ 1,00 na margem de contribuição do produto.

Esse é apenas um exemplo simples para demonstrar como uma indústria depende de velocidade de produção para diluir os seus custos. E se a velocidade da internet não for das melhores, certamente o custo aumentará.

Aplicação do conceito de indústria 4.0 no Brasil

Para que a produção de uma empresa aumente, é necessário um investimento maciço em tecnologia. Ou seja, quanto mais otimizado estiver o processo de produção, mais rapidamente será produzido um produto.

Nesse sentido, surgiu em âmbito mundial o conceito de indústria 4.0, que usa uma gestão completamente em nuvens e otimizada para melhorar a produção.

Em uma indústria 4.0, todo o processo é otimizado de maneira online, e as informações são todas armazenadas em nuvens. Isso acompanhado da robotização garante uma tremenda de uma redução de custo para uma empresa.

Porém, você já deve imaginar a importância de uma internet rápida para que esse conceito seja aplicado. Pois bem, no mundo ele vem crescendo a passos largos, dando mais competitividade para a indústria.

No Brasil, infelizmente, o conceito esbarra em um problema: a velocidade da internet. Isso, aliado à baixa tecnologia desenvolvida em nosso país colabora para que a nossa indústria venha perdendo mais e mais espaço no mercado externo.

A velocidade da internet é essencial para o comércio exterior

Muito se tem noticiado ultimamente sobre os recuos constantes na produção industrial do Brasil. Muita gente atribui o fato à crise econômica pela qual passamos, mas a verdade é que o buraco é ainda mais embaixo.

Em um contexto neoliberal, onde as barreiras alfandegárias estão sendo cada vez menos impostas, é fundamental ter produtividade. Logo, países que conseguem aplicar mais tecnologia no processo produtivo estão um passo à frente.

Como a velocidade da internet no Brasil deixa a desejar, nossas indústrias acabam produzindo menos unidades em um determinado período de tempo. Isso faz com que a diluição dos custos seja menor, comprometendo o preço final do produto.

Isso compromete demais a exportação de produtos industrializados. Pois, no mercado externo, a concorrência é ainda mais selvagem, e o preço é um dos fatores cruciais para se conseguir realizar uma venda.

Dessa forma, o país precisa melhorar muito nesse quesito para ter uma indústria interna mais fortalecida, e consequentemente gerar mais emprego e renda.

Como driblar o problema dentro da minha empresa?

Esse é um problema bem complexo de se resolver, ainda mais quando pensamos em colocar todos os arquivos de uma empresa em nuvens.

Pense que ao se trabalhar dessa maneira, qualquer queda da internet pode ser crucial para toda a linha de produção. No entanto, é possível realizar um teste de velocidade com as mais variadas internets para então, optar pela melhor.

Dessa maneira, ao fazer o teste de velocidade constantemente é possível ver se a internet oscila muito, a velocidade que costuma manter, e se ela atende às expectativas da indústria em termos de ganho produtivo.

O mesmo vale para o comércio que precisa dispor de velocidade para que o cliente não se sinta incomodado no momento de realizar um pagamento. São tomadas de decisões nesse sentido que garantem maior competitividade para seu negócio.

Conforme vimos, a velocidade da internet é um problema agravante no país. Pois ele acaba tirando a competitividade da nossa indústria no que diz respeito à produtividade, e consequentemente ao preço unitário que chega ao consumidor final.