Por: Bruno Guerra

18 de fevereiro de 2020 Empreendedorismo, Marketing Digital, Mazag, Sites Nenhum Comentário

Você tem um e-commerce ou está querendo montar um? Sabe qual é a importância da velocidade da internet para esse negócio?

O Brasil é um dos países que possui uma das internets mais lentas do mundo. Isso, de certo modo, acaba tirando a competitividade das nossas lojas virtuais.

Quantas e quantas pessoas deixam de comprar em um site nacional para buscar produtos em sites internacionais. A velocidade da internet, é desse modo, fator crucial para o sucesso ou fracasso de uma empresa.

A velocidade da internet prejudica as vendas

Quando você entra em um site, o mínimo que você espera é conseguir realizar toda a compra de maneira rápida, simples e didática, certo?

Agora imagine se logo que você entrar no site, a página não carrega ou de repente o servidor acaba caindo. Frustrante, não? Então, é assim que o seu cliente se sente ao não conseguir concretizar uma ação.

Quem faz compras online, busca acima de tudo comodidade. Ninguém quer ficar estressado no momento de uma compra. Afinal, fazer compras é um dos maiores prazeres que o ser humano tem.

Por isso, quando a compra torna-se demasiadamente exaustante, o prazer acaba dando espaço ao stress. O resultado? Certamente o cliente não irá mais acessar o seu site para fazer compras.

E o que é ainda pior: ele irá falar sobre essa experiência negativa para diversas outras pessoas. É uma situação realmente constrangedora que nenhuma empresa deseja passar. Por isso, a navegabilidade deve ser um dos pontos-chave para um e-commerce.

A empresa precisa se colocar no lugar do usuário

Dessa maneira, para que o cliente tenha uma boa experiência ao navegar por uma loja virtual, é preciso percorrer o caminho que ele está percorrendo.

Isso quer dizer que, não há outra forma a não ser testar o site. Que a velocidade da internet é ruim, não podemos fazer muita coisa. Mas há como melhorar o site para driblar esse tipo de problema tão comum.

Um dos pontos fundamentais é evitar que para concretizar uma venda, seja necessário que o cliente tenha que fazer muitas ações. Quanto menos cliques, melhor. Essa é a lógica que permeia as vendas online.

Hoje, a praticidade está acima de qualquer design. Inclusive, muito se fala no dark mode, que nada mais é do que colocar fundos escuros em algumas abas para fazer com que o usuário economize bateria no smartphone.

São algumas atitudes assim, que garantem uma melhor experiência do usuário. Lembre-se: você precisa pensar como você gostaria de realizar as compras. A lógica é fundamental nesse processo também.

Para driblar a velocidade da internet, evite muitos cliques

Pense o seguinte: não seria interessante poder comprar um produto em três cliques? Pois bem, isso pode parecer praticamente impossível em um primeiro momento, mas usando a lógica pode-se chegar.

O ideal é desenhar todo o processo de compra. O primeiro acesso, a escolha do produto, frete, método de pagamento, etc. Sendo assim, posteriormente pense em como é possível ir reduzindo todo esse processo.

É possível, ao ir testando, cortar algumas janelas, e isso passa a se tornar cada vez mais interessante. Pois, criando abas bem pouco carregadas, e possibilitando vender em poucos cliques, a experiência do usuário será das melhores.

Isso quer dizer que, embora a velocidade da internet não seja tão boa, você criou um método para driblar o problema. Isso é essencial.

Deixe o site o mais intuitivo e responsivo possível

Um site precisa ser fácil, simples e intuitivo. Isso já é fato consolidado. Por isso, deve-se evitar colocar muita informação nele.

Claro que nos dias atuais, onde o consumidor está cada vez mais exigente, ter um blog é de fundamental importância. Contudo, em uma página inicial deve ter o mínimo de botões. Sendo que o cliente pode encontrar o que deseja muito rapidamente.

A página inicial deve ser a mais lógica possível, evitando imagens carregadas. Nela o cliente irá escolher o que deseja, ou seja, dará o primeiro clique. Depois disso, é preciso pensar em como facilitar a vida dele.

Quanto mais simples, intuitivas e rápidas forem as páginas a seguir, melhor será a experiência desse cliente. Isso é fato. E esse cliente irá indicar a sua empresa para diversos outros clientes.

Aí surge um novo problema relacionado com a velocidade: o volume de acessos na página. Com o aumento do volume de clientes navegando, é preciso ter mais velocidade para que o site não saia do ar e nem se torne lento.

Um bom provedor ajuda nessa questão, mas quanto menos carregado o site for, maior é a chance de você conseguir driblar o problema da velocidade. Simplicidade, essa é a palavra chave para aplicar na sua loja virtual.

Conforme vimos, a velocidade da internet no Brasil, ainda deixa muito a desejar, mas tomando algumas atitudes com vista no usuário é possível minimizar esse problema e aumentar as vendas online.