Por: Redação

3 de agosto de 2020 Empreendedorismo, Marketing Digital, Mazag, Vendas Nenhum Comentário

Você quer desenvolver seu negócio e quer ter destaque da sua concorrência, mas a questão é a seguinte: como seu negócio pode crescer durante períodos de crise?

Não existe uma receita de bolo pronta para responder essa questão. No entanto, existem várias estratégias de gestão que podem ser utilizadas para manter ou desenvolver ainda mais sua empresa, mesmo que o mercado esteja passando por uma crise.

Neste cenário, acontece com bastante frequência que os empresários esfriam e passam a investir menos por causa da incerteza econômica do país.

Por isso, você deve se esforçar para não levar a crise para dentro da sua empresa, mesmo que ela seja influenciada pela tendência do mercado.

O que você precisa fazer agora é notar como a economia pode afetar seu negócio e como você pode ampliar as oportunidades que são criadas.

Desenvolver um plano objetivo de diretrizes é uma boa maneira de conseguir isso. Porém esse plano deve ter clareza e levar em conta a atual conjuntura e sua possível evolução.

Para ajudá-lo nesta tarefa, listamos 6 ideias que o ajudarão a crescer em períodos de crise.

1. Reduza despesas que estão em excesso

É fácil encontrar pequenas empresas que gastam muito dinheiro em despesas desnecessárias. Além do fato de ser uma despesa que não traz nenhuma benfeitoria para o dono do negócio, gastar em itens supérfluos é muito danoso em períodos de crise, pois reduz e muito a margem de lucro.

A fim de reduzir despesas desnecessárias, é bom analisar de forma cuidadosa todos os gastos e identificar aquelas que podem ser cortados. Deve-se ressaltar que este corte não deve ter um impacto negativo na renda da empresa ou na rotina diária dos colaboradores.

Outra maneira eficaz de evitar desperdícios é organizar a carga horária dos trabalhadores para aumentar a produtividade. Não se deve esquecer que é mais interessante intercalar período de trabalho com períodos de descanso.

Finalmente, você deve avaliar a lista dos seus fornecedores para ver se você consegue redução dos preços, já cada economia – mínima que seja – já faz a diferença.

2. Alocação de recursos

Em momentos de crise no país, os donos de negócios acreditam que os riscos são ainda maiores, porém, isso não é totalmente verdade. Você tem que se preocupar com o fato de não ter saldo positivo em caixa, porque isso sim é a única coisa que pode acabar com o seu empreendimento.

Então, para evitar riscos, procure alocar recursos, ou seja, ter a capacidade de alocar dinheiro e pessoas para atingir a máxima eficiência e lucratividade. Os empresários devem estabelecer metas e recursos financeiros devem ser alocados de forma eficaz para suas atividades.

Por exemplo, se seu negócio é uma clínica odontológica e você sabe quanto custa um clareamento dental – porque você está por dentro das finanças da empresa – e é este serviço que traz o máximo retorno financeiro à sua clínica, você não pode se dar ao luxo de negligenciar a compra de matérias primas e os recursos necessários para fazer o procedimento em seus pacientes.

Você precisa alocar seus esforços e recursos para que sua empresa não saia no prejuízo pela falta de recursos para compra dos insumos.

Outro exemplo é que se você tem um negócio na área de provedora regional de internet, você sabe que seus colaboradores carecem de equipamentos e ferramentas para manter a rede estável.

Se você não tiver dinheiro suficiente para manter sua rede trabalhando sem interrupções, todo o sistema entrará em colapso. Saber como alocar recursos pode evitar isso.

3. (Re)construção do planejamento estratégico

planejamento estratégico

Se você ainda não desenvolveu um planejamento estratégico, você deve fazê-lo já. E se você já tem um, chegou o momento de revisá-lo.

Como você sabe, o plano estratégico é o guia que te direciona para seu desejo se tornar realidade. É o pontapé inicial para o sucesso independentemente de como o cenário econômico esteja.

O planejamento estratégico é, portanto, uma ferramenta que descreve os objetivos que devem ser executados para que seu negócio atinja o objetivo final.

A fim de desenvolvê-lo de forma eficaz, é necessário tomar certas ações como construção analítica, divergência, visão compartilhada, síntese, priorização das áreas principais e direção compartilhada.

Se você já fez seu planejamento estratégico, revise-o e note se ainda cabe mudanças para auxiliar seu negócio a atingir seus objetivos e crescer.

4. Investir para aumentar a receita de sua empresa

Esta sugestão pode parecer paradoxal, mas não é. Além da necessidade de reduzir os custos de sua empresa, você também deve investir no que é útil e imprescindível para expandir seus negócios. Você precisa procurar diferentes formas de aumentar a renda e reinvestir o valor poupado para crescer as vendas dos seus serviços e produtos.

Você pode usar os recursos economizados e reinvestir em publicidade e marketing, por exemplo. Uma maneira de aumentar a receita da empresa é premiar os trabalhadores. Quando eles estão num lugar que se sentem valorizados, a produtividade tende a aumentar.

Use esse momento para deixar claro o que você espera de cada membro do time da empresa e delegue funções. Isto fará com que os eles se sintam mais comprometidos e confortáveis em trabalharem em conjunto para alcançar os objetivos da empresa.

5. Investir em marketing

Enquanto parte dos donos de negócios reduzem seus investimentos em marketing em períodos de recessão, indicamos que você faça o contrário. O investimento em marketing ajuda a atrair mais clientes e fidelizar os antigos.

Por exemplo, voltando ao exemplo da provedora regional de serviços de internet, você pode alcançar potenciais clientes se investir em marketing e mostrar à eles que o serviço é estável, ideal para aqueles que jogam online, ver serviços de streaming como Netflix e IPTV Brasil e que sua Internet é mais veloz e mais econômica do que os concorrentes.

6. Aprenda a vender em período de crise

treinar colaboradores

O volume de negócios em bons tempos econômicos difere do volume de negócios em tempos de crise. Entretanto, algumas estratégias podem ajudar.

Você precisa analisar a situação de sua empresa e entender exatamente quanto você está vendendo.

Feito isso, é necessário analisar os clientes separadamente e identificar suas peculiaridades que podem ajudar a elevar as vendas. Aproveite a oportunidade para oferecer-lhes benefícios e descontos. Assim, você pode fidelizá-los.

Além disso, treine seu corpo de funcionários para que fiquem bem qualificados no atendimento aos clientes. Organizar um curso de atendimento ao cliente para seu pessoal seria uma excelente opção.

Quando os clientes passam por uma experiência de um bom atendimento, eles tendem comprar novamente e fazer indicação da sua empresa. Por esse motivo, você deve valorizar seus funcionários, treiná-los e premiá-los pelas metas alcançadas.

E então, gostou das 6 ideias para crescer em períodos de crise? Coloque-as em prática e comece a expandir seu negócio. Incentive seus funcionários, faça investimento em marketing, mantenha suas contas em dia, faça alocação de recursos, corte os excessos e aproveite o sucesso!