Coronavírus: Como a Sua Empresa Pode Lidar Com Essa Pandemia

Por Bruno Guerra

25 de março de 2020 Empreendedorismo, Marketing Digital, Mazag, Vendas Nenhum Comentário

O coronavírus (COVID-19) chegou ao Brasil há algumas semanas e as mudanças geradas no dia a dia das pessoas são enormes, ainda mais para empresas.

Muitas aderiram ao home office, outras deram férias antecipadas ou alteraram o expediente… mas o fato é que diversos donos de negócios estão preocupados com as consequências dessa pandemia.

Afinal, como lidar com esse momento tão complicado?

Coronavírus e as consequências para empresas

Em todo o país as empresas estão tomando certas medidas para evitar a disseminação do coronavírus e, muitas delas, estão até mesmo suspendendo suas operações. 

Muitos setores já estão sentindo o efeito do coronavírus como bares, restaurantes, salões de beleza, lojas, academias, shoppings, empresas de turismo…

Então, como lidar com essa pandemia?

Levantamento de despesas e receitas

O primeiro passo para lidar com essa pandemia é realizar um levantamento a respeito de todas as despesas e receitas dos próximos cinco meses, priorizando os gastos fixos e reduzindo (ou até mesmo cortando) os gastos variáveis.

Isso porque ao ter em mente todos os gastos de maneira clara, fica mais fácil para fazer (re)negociações, controlar melhor os gastos e assim dar um fôlego ao dinheiro. 

Lidar com dados concretos e não achismos ajuda a evitar decisões precipitadas.

Agora é um momento para evitar desperdícios, melhorar processos e não gastar com o que não for necessário, ou seja, é preciso olhar para dentro da operação da empresa.

coronavírus empresas como reagir

Empréstimos

Outra questão que pode ser considerada para manter a empresa funcionando é solicitar um empréstimo. Inclusive na última semana, os grandes bancos anunciaram que darão até 60 dias para o consumidor pagá-lo.

Contudo, é importante atentar-se aos juros e a carência para início do pagamento.

Vendas online

Respeitando todos os cuidados e critérios de higiene, as empresas podem continuar com suas vendas de maneira online, seja pelo site ou pelas redes sociais.

Assim, os clientes recebem os produtos por meio do sistema delivery – entregas.

E um complemento: as empresas podem (e devem) usar seus canais na internet também para se comunicar com os clientes e informá-los de ações por meio de posts.

Antecipação de férias

Conforme citado no início deste artigo, antecipar férias também é uma estratégia que diversas empresas estão adotando para amenizar a crise.

Criatividade

Empresas que estão com pouco ou nenhum dinheiro no caixa, devem pensar em alternativas criativas para superar esse período conturbado. Tudo para mantê-la viva.

Por exemplo, há diversas empresas que estão oferecendo descontos e vouchers para clientes. Dessa forma, com essa ação elas estão gerando um fluxo (mesmo que pequeno) no caixa – o que já pode ajudar a pagar funcionários e fornecedores.

coronavírus empresas como proceder

Capacitação

Daqui um tempo esta grande crise irá passar e, por isso, aproveitar esses meses para estudar, fazer cursos e capacitar-se é de grande valia, pois quando as coisas voltarem ao normal, os profissionais estarão mais preparados e aptos para exercerem suas funções da melhor maneira!

Funcionários, clientes e fornecedores

Outra medida para empresas adotarem neste momento é manter o contato com funcionários, clientes e fornecedores, seja por e-mail, WhatsApp, Skype ou qualquer outro meio. 

É importante saber como eles estão (assim como seus familiares), divulgar informações atuais sobre a pandemia para eles, incentivá-los a seguir as recomendações de saúde e compartilhar com eles quais procedimentos que a empresa está adotando.

Uma comunicação regular, ou mesmo diária, é fundamental para manter todos cientes do que está acontecendo e das medidas que estão sendo tomadas.

Considerações finais

Apesar desse cenário conturbado no Brasil e em diversas partes do mundo, é importante observar que existem saídas e que, com elas, será possível superar essas barreiras e dificuldades.

Todos, mais do que nunca, devem se ajudar nesse momento, ter empatia e principalmente calma, pois as coisas, uma hora ou outra, vão se acertar. 

Primeiro é importante sobreviver para depois se reerguer!

E uma dica extra: o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) está com uma página em seu site com diversas informações sobre como a sua empresa pode reagir ao coronavírus. Para acessar, basta clicar aqui.