Por: Redação

9 de agosto de 2021 Empreendedorismo Nenhum Comentário

Trabalhar como freelancer pode ser uma excelente oportunidade para fazer renda extra ou até mesmo para torná-la sua fonte de renda principal. 

Caso você tenha um computador ou um celular com acesso à internet, e dedicação, comprometimento e conhecimento em algum assunto em específico, saiba que existem diversas maneiras para você conseguir trabalho como freela.

Porém, vale destacar que, os freelancers mais procurados hoje em dia são para áreas de TI, como programação e desenvolvimento, marketing digital, publicidade online, redes sociais, redação, copywriting, design e jornalismo.

Agora, se você se encaixa em uma dessas áreas e quer aumentar a sua renda, você precisa estar atento às oportunidades que os trabalhos freelancers podem lhe oferecer.

E para te ajudar nisso, nós compilamos algumas dicas para você sobre como conseguir dinheiro online no conforto da sua casa. Veja!

Como ganhar dinheiro online: dicas para freelancers

1. Entenda suas habilidades e escolha seu segmento de mercado

O primeiro passo para um freelancer é entender suas habilidades e perceber qual habilidade você seria remunerado. 

Após isso, você saberá precisamente em qual segmento de mercado deseja trabalhar. 

Portanto, nesta etapa, você precisa combinar sua habilidade com a demanda do mercado e o preço que ele está disposto a pagar.

2. Faça seu cadastro em sites para freelancers

Muitas empresas buscam freelancers por meio de sites profissionais, por isso, vale a pena se cadastrar e preencher seu currículo para que você possa obter vários projetos e oportunidades. Segue alguns deles:

99 Freelas 

É uma das maiores plataformas freelance do Brasil. Aqui você pode preencher seu currículo e acessar as vagas de emprego, principalmente nas áreas de comunicação, tradução e programação. 

Os termos de contratação, como por exemplo, prazo e o pagamento, são negociados entre você e seu empregador.

Freelancer.com

Se você está procurando oportunidades no exterior, este site é um bom lugar para você cooperar com empresas de todo o mundo. 

Contudo, é necessário pagar 10% do que você ganha para a plataforma e, por ser bem famosa, a disputa é grande. 

Agora, é claro que vale a pena conferir se há algo de seu interesse!

Workana

É o maior site de trabalho autônomo da América Latina, onde você pode descrever detalhadamente sua carreira para que a empresa se interesse por seu perfil. 

Este site existe, inclusive, na versão de aplicativo para Android.

BID Digital

É uma nova plataforma no mercado e agora contém algumas inovações em comparação com outras plataformas, como programas de recompensa. 

Quanto mais você usa a plataforma como freelancer ou empregador, mais benefícios você obtém, como por exemplo, gerente de contas.

E estas são algumas opções dos sites que podem ser utilizados por quem está trabalhando como freelancer. 

3. Precifique seu trabalho

Os novatos geralmente não sabem quanto cobrar por seu trabalho, porém é importante pensar sobre esse assunto. 

Para começar você pode conversar com outras pessoas da área para precificar seu serviço e pesquisar sobre a média de preço que as empresas pagam. 

Os freelancers costumam cobrar por hora, mas algumas empresas também têm contratos mensais fixos.

Você também pode calcular as taxas a serem cobradas nos seguintes sites:  How Much Should I Charge? ou Quanto Custa a Minha Hora?

Esses sites atribuem valores aproximados e você pode ajustá-los de acordo com suas necessidades.

Faça o que fizer, lembre-se de cobrar um valor razoável. 

Lembre-se de que, como trabalhador autônomo, você não tem garantias CLT, como previdência social, plano de saúde ou internet corporativa. 

Portanto, você deve calcular quanto vai precisar investir com: plano mensal de internet, cadeira ergonômica e todo o equipamento necessário para realizar o trabalho. 

Além do mais, pense no tempo gasto estudando para obter um diploma de nível superior ou técnico. Aprenda a valorizar seu trabalho!

4. Organize seu local de trabalho

Do mesmo modo você tem que encarregar-se com os custos anteriormente associados à empresa, isso também acontece no seu ambiente de trabalho. 

Portanto, não trabalhe na cama ou mesmo em um local desorganizado. 

Seu local de trabalho afeta diretamente a sua eficiência e produtividade. Então, invista em uma boa cadeira ergonômica, em uma mesa de qualidade, espaçosa e planeje sempre o seu tempo.

5. Divulgue seus trabalhos e projetos para o empregador

As redes sociais são uma ótima vitrine que você pode mostrar tudo o que você fez até agora. 

Você pode divulgar seus trabalhos e projetos no LinkedIn, no Instagram, no Facebook ou em outras redes sociais.

Ou ainda, pode investir em um site próprio ou plataformas como a Behance, que é uma excelente rede para freelancers que desejam construir portfólio, principalmente aqueles que trabalham no campo da comunicação.

Ao divulgar seu trabalho, você pode conseguir novos projetos e fazer boas conexões com empresas, então, atualize seu portfólio com textos, artigos, produções, imagens ou vídeos.

Se o empregador não estiver familiarizado com o seu trabalho anteriormente, ele dificilmente o contratará.

6. Estabeleça metas

Como freelancer, quanto dinheiro você precisa ganhar? Faça esta pergunta e se esforce para atingir seus objetivos financeiros. 

Se isso for apenas um aumento na receita, você precisará de menos freelas do que freelancers que possuem uma única fonte de renda. 

Cabe a você organizar seu fluxo de trabalho.

7. Organize seu dia a dia

Seu dia a dia está em suas mãos. Este é um presente para algumas pessoas e desespero para outras. 

Entretanto, ser um freelancer requer disciplina, organização e autonomia. 

Você pode organizar seu trabalho de maneira mensal ou semanal para ver como funciona melhor para você. 

Apenas se certifique de organizar seu trabalho para não esquecer ou atrasar entregas. 

Uma vida organizada será mais produtiva e menos ansiosa.

8. Encontre tempo para o descanso

Freelancers podem encontrar uma grande vantagem em fazer seus próprios horários, mas isso nem sempre é muito bom. 

Diversas pessoas trabalham de domingo a domingo, e no seu trabalho diário não encontram tempo para descanso. 

Como resultado, sua saúde é prejudicada e sua produtividade cai. 

Além do mais, você pode cometer erros e se comprometer com mais demandas do que realmente possa cumprir.

Portanto, organize seu dia de forma que faça pausas semanais e se responsabilize apenas com o que for possível cumprir. 

Dessa forma, você terá sua saúde física e mental resguardada e seu prestígio no mercado não ficará prejudicado com a demora ou baixa qualidade nas entregas. 

E, além disso, nem você e nem seu cliente serão prejudicados!